Apelo de um Autor Ignorado

Vivemos numa sociedade que todos sabemos não é, nem justa, nem equitativa. Todos nós, aqui e ali, nos sentimos injustiçados, por esta ou aquela razão. Eu já sofri na pele isso por várias vezes, mas nunca levei o meu protesto para além de um círculo muito restrito.
Hoje decidi apelar a todos vocês, quer sejam meus amigos íntimos, amigos, conhecidos, colegas, parceiros profissionais ou contactos muito pontuais.
Alguns de vocês sabem que publiquei um livro e que tento agora fazer com que ele chegue ao grande público, para que este, de forma soberana, possa dizer de sua justiça, fazendo uma apreciação da obra. Mas para isso, esse público, precisa de saber da sua existência…Precisa de ter a oportunidade de a comprar, ou seja, a obra tem que estar exposta.
Mas é aqui que a “coisa” começa a andar para trás!
O processo é uma autêntica pescadinha de rabo na boca; As livrarias só compram o livro se este tiver sucesso, mas para o livro ter sucesso precisa estar exposto nas livrarias!
Talvez a história do livro que escrevi não seja interessante (o retorno de quem o tem lido é o oposto). Talvez não se trate de uma grande obra literária (eu tenho consciência que não é). Talvez a 1ª edição tenha mais gralhas do que seria desejável (devidamente corrigidas na segunda edição). Talvez…
Ficamos pois no mundo do talvez!
Para chegar ao mundo real é necessário ultrapassar os críticos, os bloguers, os jornalistas, as grandes cadeias distribuidoras, enfim todas as barreiras que impedem um autor desconhecido de sair do mundo do talvez. Mas nós (os membros da minha rede e de cada uma das vossas redes) temos o poder de derrubar essas barreiras. Basta para isso divulgar esta informação para que todos tomem conhecimento da obra e aqueles que estejam interessados em a adquirir o possam fazer e façam efectivamente!
Portanto aquilo que vos peço é que partilhem esta mensagem com os vossos amigos de forma a ela chegar ao maior número possível de pessoas.
Quanto à obra, a sinopse é a seguinte:
“O tempo não volta atrás, mas a história pode, por vezes, ser revivida de forma dolorosa…
Marcus viu frustrada a sua entrevista com o historiador Angolano Tomé Saló, sem perceber bem o motivo e desconhecendo que o assunto da conversa, entre os dois, fora o motivo que levara à morte do historiador.
Quando recebeu uma mensagem de Maurício Zangá, no dia seguinte a este aparecer morto, de forma misteriosa, numa praia, em Pipa, Marcus interpretou-a como um convite para resolver esse mistério.
O que ele não imaginava era que a investigação que iria levar a cabo, para decifrar o sentido da mensagem, o conduziria a um mundo de espionagem internacional e a um confronto com mercenários impiedosos e dispostos a tudo para impedir a revelação de um segredo.
Envolvido numa trama relacionada com os acontecimentos que antecederam a independência de Angola e todas as movimentações politicas associadas a esta, Marcus só tinha como objectivo sobreviver, sendo por vezes levado a buscar apoio em pessoas, em quem não sabia se podia confiar.
Saber qual a verdade que os documentos que ia descobrindo encerravam e em quem podia confiar, era o seu verdadeiro dilema e sobreviver o seu único objectivo!
A verdade esconde-se não apenas nas páginas indecifráveis dos documentos encontrados, mas no comportamento errático de Emiliano ou no olhar volúvel de Sílvia…A verdade! A verdade será finalmente desvendada…”
Quem quiser adquirir o livro pode dirigir-se aos balcões das seguintes lojas: FNAC, El Corte Inglês, Bertrand, Bulhosa, Sonae, tendo obrigatoriamente que proceder à encomenda da obra cujo títuloé Código Impala; o Autor é Manuel Mota e a Editora é a Chiado.

Quem tiver vontade e disponibilidade, pode aparecer no próximo dia 22, sábado, pelas 18:30 na FNAC do Centro Comercial Vasco da Gama, onde vai ter lugar uma apresentação do livro, seguida de autógrafos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s