PALAVRAS SOLTAS – A batalha


 A BATALHA
A savana, pintada de laranja pelo sol nascente, estava em paz. O primeiro sinal de agitação foi dado pelas gazelas, que debandaram assutadas! A princípio era apenas um rumor, semelhante ao barulho distante de um onda, que aumentava quando rebentava nas rochas, mas rapidamente se tornou num ruído ensurdecedor. O chão tremia com a marcha de milhares de Impis, avançando como uma massa. Quando esta preencheu o horizonte transformou-se numa visão aterradora, tal era o impacto visual do exército zulu, avançando em formação de combate. Ultrapassado o impacto avassalador daquela visão percebia-se a sua musicalidade bélica. Pés! Escudo! Grito! Numa cadência rítmica cuja beleza só era ultrapassada pelas corres garridas dos escudos, a Assegai em riste e das pinturas e adornos de guerra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s