AMOR MADURO TAKE 3

AMOR MADURO TAKE 3

A tua carta iluminou o meu dia. A manifestação de amor que te enviei não pressupunha a existência de uma resposta, por isso foi grande a surpresa, mas ainda maior a satisfação. Amar-te tem sido uma bênção, mas saber-me merecedor de um amor como o que me declaras é a felicidade suprema. A vida vivida, verdadeiramente, a dois não é nem fácil nem simples, mas, existindo amor, tudo fica mais fácil e mais simples. As dificuldades e os problemas não desaparecem, mas, a perspetiva com que olhamos para eles, torna-os mais leve, facilitando a tarefa de encontrar uma solução.
Revivo os momentos que passamos juntos. Analiso os problemas que tivemos de ultrapassar, os obstáculos que a vida nos colocou, todos os sucessos e insucessos que tivemos, apenas para concluir: na base de tudo, esteve sempre o amor. O amor esteve presente, quando nos ajudamos um ao outro. Esteve presente, quando nos incentivamos para prosseguir com energia redobrada. Esteve presente, quando desculpamos os erros do outro, reconhecendo que não somos perfeitos. Não precisou de ser invocado, não necessitou de ser proclamado aos quatro ventos, apenas precisou de estar presente. Essa omnipresença silenciosa é o poder secreto do amor.
Ninguém vive uma vida duas vezes, mas se tal fosse possível, seguramente que mudaríamos muitas coisas na forma como vivemos, até porque seria uma vida diferente. Apesar disso, eu estou convicto que continuaria a amar-te e que seria contigo que eu decidiria viver a minha vida. Se mil vezes reencarnasse, seriam mil as vidas que viveria a teu lado e caso não te encontrasse, o meu espírito procuraria por ti em milhares de mundos distintos, ainda que pudesse passar contigo apenas breves instantes. Essa é a natureza e a profundidade do meu amor.
Este amor é uma chama que me devora sem me consumir, é uma fogueira que arde sem combustível, a não ser o próprio amor. É uma dor que me consola de forma inexplicável, mas devastadoramente simples. É, enfim, um sentimento  tão forte que enobrece o próprio vilão.
Nos caminhos da vida seguimos de mãos dadas e quando estes se tornaram estreitos e deixamos de poder caminhar, lado a lado, tu deste-me a dianteira, mas eu nunca te deixei para trás. Na dianteira, eu desbravava caminho, incentivando-te a seguir-me e na retaguarda, tu suportava a minha caminhada, dando-me alento e conforto para avançar. Separados pelo caminho, fomos uno na caminhada!
Tão importante como amar é deixar-se amar. A existência de apenas um, torna a relação unívoca, quando o amor apenas floresce numa relação biunívoca. Amar e deixar-se amar são duas faces da mesma moeda, uma moeda que trouxeste para a nossa vida a dois e que eu guardei no meu mealheiro.  Essa é a moeda de troca da nossa relação: uma moeda única, mas com duas faces.
Este reconhecimento das nossas limitações e aceitação das nossas imperfeições tornou-nos fortes e permitiu-nos encarar as falhas do parceiro sem aquela desilusão, capaz de matar qualquer sentimento. Foi o amor que nos permitiu identificar as nossas fraquezas e torná-las na nossa força. Por isso eu não me canso de te dizer: AMO-TE.

2 thoughts on “AMOR MADURO TAKE 3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s