PALAVRAS SOLTAS – A chuva

 A CHUVA

Abordagem objetiva
“A chuva fez descer a neblina, separando-a e deixando a descoberto trechos de terra que se assemelhavam a pequenas ilhas rodeadas de um oceano de espuma. As mulheres, retardatárias que caminhavam apressadamente, seguindo pelo caminho em direção à igreja, seguravam numa mão o guarda-chuva para se protegerem desta e usavam a outra para levantar as saias e não as molhar, uma vez que o caminho estava coberto de alguns centímetros de água, ao mesmo tempo que procuravam caminhar sobre as pedras.”

Abordagem subjetiva
A chuva fez descer a neblina, aliviando o ar sombrio daquela manhã, separando-a e deixando a descoberto trechos de terra, entrecortados por brumas de neblina, que se assemelhavam a ilhas e conferiam dignidade à paisagem. Apesar da chuva, as mulheres, retardatárias, caminhavam apressadamente, movidas pela fé, seguindo o caminho em direção à igreja. Com uma mão seguravam o guarda-chuva, com convicção e com a outra levantavam as saias, com firmeza, protegendo-as da água que cobria as pedras do caminho, limpando-as com o mesmo vigor que a água benta limparia as suas almas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s