SOBREVIVER

SOBREVIVER

Sobreviver…

É tão natural que não é só humano.

Este anseio de para sempre viver.

No pelejar pela vida se torna insano,

Mas se experimenta ao nascer,

Esfumando-se com o cair do pano.

Poderá o ciclo da vida, ver-te florescer?

É um instinto…

Materializado, sabiamente, na descendência.

A ciência atesta: sabei que não minto!

Inexorável, a evolução, exige paciência…

Em cada vida, essa natureza pressinto.

Com avidez, persegue a excelência.

Mesmo quando a vida de negro pinto!

Que se manifesta…

De forma mais dolorosa em ano de pandemia,

Que, para os humanos, começou em festa.

E de forma abrupta escolheu outra via,

Colocando os homens a espreitar pela fresta!

As ruas desertas, o afastamento que se pedia…

O teletrabalho ou uso da máscara é o que resta!

Em todo o ser…

Numa experiência que pode ser efémera,

Esta férrea vontade de sobreviver!

Num ano que se tornou apenas uma quimera,

Aprendemos a prevalência de ser sobre o ter!

Com esperança, desejamos a primavera.

Que a vacina permita voltar a viver!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s