ENSAIO DA VIDA

ENSAIO DA VIDA

A vida é uma caminhada, sem mapa nem roteiro.

Não existe manual, nem bibliografia recomendada!

Uma dádiva! Num amplexo, é recebê-la por inteiro…

Ainda que dela, humildemente, se espere nada.

Apenas a mente, em parceria com o coração,

Que nos apontam, às vezes, caminhos distintos.

Um conflito que nos ensina a tomar cada decisão,

Para satisfação e gaudio de espíritos famintos!

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

Mas quando deixamos que nos defina o exterior,

Perdidos em aparências, tornamos o interior imundo.

Trocamos o ser pelo ter, esquecendo qual é melhor,

Mergulhando na escuridão de um abismo sem fundo!

Dependentes, à nascença, como nenhum outro animal,

De pais que, sobre as brasas, nos carregam caminhando.

E contam histórias sobre a diferença entre o bem e o mal,

Seremos sempre meninos a quem seguem ensinando!

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

A sabedoria: o farol que guia os nossos professores.

Nos livros, não são nossas as vidas que vivemos.

Com os sentidos, experimentamos tantos sabores!

Ignorando o querer, mas querendo o que não temos.

Com os amigos, experimentamos as emoções,

que nos mostram os outros caminhos da vida.

Com a família, experimentamos as sensações

de pertença, uma ancora firme, mas comprida.

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

Com os erros aprendemos o mal que nos fazemos

e a forma como, por estes, nos julga a sociedade.

Por mais erráticos que no caminhar sejamos,

Na casa do pai, sempre haverá verdadeira amizade.

Dentro de nós vive, porém, grande inquietude.

Uma demanda, que se torna um objetivo de vida!

A busca por um destino, uma missão da juventude,

Local desconhecido, que torna a existência sofrida.

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

Cedo ou tarde descobrimos a independência,

Não nos abandona a fera da intranquilidade.

Com o trabalho, aprendemos o custo da sustância.

Com o vil metal, logramos a satisfação da vaidade!

Com afinco, construímos o nosso castelo

e, como qualquer rei, buscamos a nossa rainha.

Aquele olhar em que nos afogamos com desvelo.

Com inocência, entregamos uma vida que é a minha.

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

Encontramo-nos e encontramos o nosso destino.

Por momentos, a inquietude de outrora desaparece.

Finalmente, estamos completos, foi-se o desatino,

Num estar em que apenas a felicidade transparece.

Num estado sirénico a que chamamos amor.

Um estado em que tudo se aceita e se perdoa.

Uma eternidade vivida num segundo, com ardor.

Uma quietude que exalta e onde o tempo voa!

O que somos está dentro de nós,

Apenas precisamos de o cultivar.

Para que cresça e se mostre, após

Um novo mundo para si conquistar.

Volta a inquietude, num regresso tempestuoso. 

O amor atraiçoa-nos e o que era deixou de ser.

Desvanece-se a paixão, num mar cruel e tortuoso

E o apaixonado que existia em ti, deixou de viver.

Onde havia paixão apenas existe agora a dor

A esperança desvaneceu-se e deu lugar à desilusão…

Finou-se a vida, que nas veias corria com fervor,

Imobilizou-se a mente, perdida em contemplação!

Mas afinal o que é o amor?

É saber que onde existe a ternura,

A paixão e a doce candura,

Também pode existir mágoa e dor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s